quinta-feira, 19 de julho de 2018

#NOPRINT

Salve galera!
Esse post é pra tratar de um assunto que não se ouve falar muito, e acho até que dispensa comentários.
É sobre as fotos de corridas capturadas com aquela marca d'água em que aparece o nome da empresa responsável pelo material, quase sempre a Foco Radical, que é referência na cobertura de eventos esportivos em todo o Brasil.
Não bastasse a presunção natural de que aquilo se trata de uma simples prévia das fotos, ainda contamos com duas hashtags marcadas no centro de cada imagem, para que o trabalho do fotógrafo seja reconhecido, valorizado:



Logicamente, valorizar o profissional é o mesmo que remunerá-lo pelo serviço que está prestando. É que ninguém vai pagar os boletos dele, se não o fruto de seu próprio trabalho.



Você pode até ser uma pessoa bacana, atenciosa, zelosa e educada, mas precisa pagar pelo que consome.
Entrar sorrindo na padaria, por exemplo, não nos dá o direito de levar o pão sem pagar - e nem o sonho. Assim como cumprimentar o motorista ao embarcar não nos permite pular a roleta do coletivo, infelizmente.

Vamos ter essa consciência então.
Vamos planejar nossas participações em provas levando em conta os gastos para tudo aquilo que queremos consumir, das inscrições às fotos das corridas.
Porque “de graça” mesmo é a amizade que nós temos - e a injeção na testa.
Abraços.



Nenhum comentário:

Postar um comentário