domingo, 23 de julho de 2017

UMA COISA É UMA COISA...

Essa semana tô assim, mais parado que água de poço.


Depois de ter corrido em Jaraguá do Sul, no domingo passado, eu começava a pensar na preparação para a próxima corrida, no dia 06 de agosto, em Blumenau. Só que aí veio a gripe, ou o resfriado, não sei, e mexeu um pouco com o meu planejamento.
É preciso estarmos prevenidos nos treinos em dias de temperaturas mais baixas. Depois que o corpo aquece vem aquela sensação de capa protetora, ou bolha, que nos mantém confortáveis e dispostos a seguir correndo durante a atividade.
Quem vê de longe admira, às vezes não entende, e até critica o corredor.


Tem que gostar muito, não é?
Isso é pra louco?
E o perigo de ficar gripado, ou resfriado?
Sim! Não! E não sei.
Sim, porque quem gosta de correr não gosta pouco.
Quem não gostava o bastante já parou, arranjou outra coisa pra fazer e foi ser feliz de outro jeito.
Não, porque correr não é só para loucos. Correr é para todos.
A corrida é conhecida, justamente, por ser uma atividade física democrática. Ela acolhe corredores de todos os níveis e proporciona essa mistura nos percursos de prova.
Você pode não conseguir jogar bola com jogadores profissionais de futebol, mas nada impede que você participe, um dia, de uma prova de rua ao lado de um grande nome do atletismo.
Se bem que sim, somos loucos.
Loucos por corridas.
E não sei, porque nem conheço a diferença entre a gripe e o resfriado.


Assim, um velho sábio deu a seguinte declaração sobre as tartarugas e os jabutis: “Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa”.
Depois, fez também uma revelação sobre jacarés e crocodilos: “Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa”.
Questionado sobre a fonte de tanta sabedoria, o velho sábio falou: “Não sei. Pergunta lá no Posto Ipiranga”.


Mas como o conhecimento não ocupa espaço, vamos ver o que podemos encontrar numa pesquisa rápida com um senhor de respeito, o Doutor Google:
De cara encontro o seguinte: “A diferença principal é que a gripe pode matar e o resfriado, no máximo, pode te deixar meio caidão”.
Nada animadora a afirmativa do site Mundo Estranho, mas vamos explorar outras fontes.
“A gripe é uma infecção mais forte que o resfriado, costuma durar menos tempo e apresenta maior taxa de complicações, como problemas pulmonares e cardíacos. A gripe pode ser perigosa em idosos, bebês e pessoas com imunidade baixa. O resfriado, por sua vez, raramente causa complicações.” É o que diz o MD.Saúde.


Só por esse pouco já dá pra ter uma ideia melhor que antes.
Vejamos mais.
“Sintomas como nariz entupido, espirros, dores de cabeça e no corpo são comumente generalizados e chamados de gripe.”
É verdade. Concordo com o EBC.
Vamos ver o que mais ele diz.
“Os sintomas do resfriado, apesar de parecidos com da gripe, são mais brandos e duram menos tempo, entre dois e quatro dias. Os sintomas incluem tosse, congestão nasal, coriza, dor no corpo e dor de garganta leve. A ocorrência de febre é menos comum e, quando presente, é em temperaturas baixas.”
Ok, já estou convencido.
A gripe é um resfriado mais forte, e o resfriado é uma gripe mais fraca.

Dito isso, me despeço com votos de boa semana a todos.
Se alguém ficar gripado, ou resfriado, recomendo canja de galinha para aliviar os sintomas.
Se ninguém ficar, recomendo a canja de galinha do mesmo jeito, que é pra dar o bom trato ao paladar.
Abraços e até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário