sábado, 8 de abril de 2017

CORRIDAS KIDS – A VEZ DA CRIANÇADA

A corrida de rua já caiu no gosto das pessoas há algum tempo e isto está bastante claro.
Todos os anos vemos os números de participantes crescerem para as edições de uma mesma prova. Onde corriam trezentas pessoas hoje correm setecentas, oitocentas, mil.
E um sinal de que as coisas evoluíram para quem calça o par de tênis e sai correr é que ninguém aponta mais o sujeito na rua, nem se pergunta sobre quem é “aquele louco”.


Loucura, agora, é não ser adepto às atividades físicas. Aliás, sempre foi uma baita negligência ser sedentário.
Mas, com a evolução das corridas, alavancada pelo surgimento de novos atletas, os organizadores de provas perceberam um público diferente daquele que havia há cerca de cinco ou seis anos atrás. As famílias passaram a comparecer em maior número aos eventos. Os filhos, a sogra, o papagaio, o cachorro e até a iguana já não se importam em ter que levantar cedo no domingo.
E esse movimento das famílias resultou, recentemente, no aumento de provas que oferecem categorias infantis, conhecidas como “corridas kids”.
Sim, sim, sim. São os pequenos corredores que estão em foco agora.
Pouco antes de começar a escrever esse post, por exemplo, tomei conhecimento da etapa de Joinville do Circuito Caixa de Maratoninha. O evento, que é de nível nacional, acontecerá neste domingo no estacionamento do Centreventos Cau Hansen a partir das nove horas.
No domingo passado, quando aconteceu a Joinville 10k (que relatei aqui), também tivemos o momento dos pequenos corredores serem protagonistas. 


E essa oportunidade oferecida a eles se estenderá às próximas etapas do Circuito SC 10k, em Criciúma, Blumenau e Jaraguá do Sul, além da edição deste ano da Joinville Night Run.
Também destaco o início das atividades da Escolinha de Atletismo de Timbó, através da Fundação Municipal de Esportes.
Quisera eu ser criança outra vez, e não este cavalo velho.


Vamos incentivar as crianças a praticarem esportes.
Vamos rejuvenescer com os pequenos corredores e dar uma tapeada na dor do ciático e no bico-de-papagaio.
Vamos contemplar a inocência e reaprender a olhar para o próximo sem fazer julgamentos.
Vamos nos livrar das intolerâncias.
Vamos gostar mais da Peppa Pig.
Vamos dividir o Danoninho.


Obrigado pela leitura.
Até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário