quarta-feira, 25 de maio de 2016

PARABÉNS AO MANO JULIANO!!!

E olha quem está de aniversário!!!
Um cara que conheço desde quando não tinha dentes e nem cabelo.
Agora tá aí, todo pomposo, sorrisão no rosto, e soprando velinhas.
Um menino que admiro pelo caráter, pela parceria, e pela serenidade. 


Serenidade que até irrita. 
Não conheço alguém mais contido em sua paciência que o aniversariante do dia.
Talvez o Mestre dos Magos fosse tão paciente, se existisse.


Com o Juliano a palavra "parceria" não tem meio termo.
Quem já precisou dele é que sabe do que eu tô falando.


E quando o assunto é corrida de rua, atribuo a ele o meu interesse pelo esporte.
Lembro de nossos primeiros treinos perto de casa, quando era sofrido correr. Não pelo nível de dificuldade de nossos exercícios, mas pelas nossas condições, física e técnica, de iniciantes.
Estranhamente, tenho saudades daquele tempo de fadiga.  
Era o tempo dos "Irmãos Zenettin", quando corríamos com camisetas iguais, que comprei numa promoção da Renner, Pernambucanas ou C&A, não me recordo. 


É, meu irmão...
Sempre tivemos uma amizade forte. Nossas brigas, que eu lembre, foram por brinquedos ou doces da venda (que eu comia primeiro e depois queria os seus).
Hoje não brigamos mais. Você tem os seus brinquedos, eu tenho os meus. Você come os seus doces e eu como os seus também.


Revirando os arquivos, pra juntar neste post, encontrei fotos que me deram noção melhor de quantos anos estás completando, seu "malacabado".
Olha aí, correndo com camiseta de algodão alusiva à corrida. Aposto que o tempo de chegada era anotado na "munheca" e o chip descartável era um sonho distante.
Peraê!!! Quem "sou" aquele morrendo lá atrás pra te acompanhar?


É... A corrida de rua já nos brindou com belos momentos.
Tão belos quanto seus olhos verdes e determinados na foto da 20ª Meia Maratona de Joinville.


Você é um grande irmão, um excelente atleta e o "bebê da mamãe".
Continue com esse teu jeito sereno, com o coração bondoso e a cara do nosso avô. 
Que você faça mais oitenta aniversários, meu querido. E que em cada um deles você possa ter duas coisas, pelo menos...
Primeiro, a saúde. Porque sem ela não há ânimo e nem condições para celebrar a vida.
Segundo, a minha companhia. Porque eu adoraria viver mais oitenta anos também... Hahaha...


Feliz aniversário, Jujuba!!!
Grandioso abraço, meu irmão lindo!!!

Um comentário: